Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Caderno B

MORRE RENATO BARROS, LÍDER DA RENATO E SEUS BLUE CAPS

Cantor estava internado havia 10 dias, depois de passar por uma cirurgia no coração

Por DA EDITORIA DE CULTURA/ COM AGÊNCIAS | Edição do dia 29/07/2020

Matéria atualizada em 28/07/2020 às 22h29

Cantor, compositor e guitarrista deu grandes contribuições para a música brasileira
Cantor, compositor e guitarrista deu grandes contribuições para a música brasileira - Foto: Divulgação
 

Morreu ontem, 28, o cantor e guitarrista Renato Barros, líder e voz do Renato e Seus Blue Caps, aos 76 anos. Ele fez fama na época da Jovem Guarda e seguia na ativa, nos palcos. A notícia foi compartilhada pela filha, Érika Barros. Renato foi operado na semana passada por conta de um problema cardíaco. Após a cirurgia, delicada, ficou em estado grave e teve complicações pulmonares. “O problema é saber o que fazer com a saudade”, ela escreveu. “Agora, definitivamente, meu pai é uma estrela e eu tenho certeza que estará olhando sempre por mim, minha irmã e suas netas. Vai ser difícil acostumar ficar sem você, pai. Mas Deus sabe de todas as coisas. Te amo muito, você foi o melhor pai do mundo.” Lucinha Zanetti, autora do livro “Renato Barros: Um Mito, Uma Lenda”, também lamentou. “Renato Barros agora é uma estrela no céu! Nosso amado e muito querido cantor, compositor e guitarrista não suportou tanto sofrimento e descansou! Foi tocar sua guitarra no plano superior, onde está agora ao lado de seus pais e de sua amada esposa Lúcia Helena. Siga em paz Renato, seus fãs enlutados choram a sua partida!” No fim de semana, Érika afirmou ao UOL que as condições de saúde do pai estavam melhorando. Ele havia começado a ter alimentação oral e já se programava uma transferência da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para o quarto. No entanto, ele não resistiu à delicada operação, que levou sete horas, de dissecação da artéria aorta. Renato Barros ficou conhecido na época da Jovem Guarda, fazendo a versão brasileira de “California Dreaming’” com sua banda, além de outros sucessos. Ele também teve diversas composições gravadas por gente como Roberto Carlos, como “Você Não Serve Pra Mim”. Nos anos 1960, a banda também fez sucesso com hits como “Até o fim”, “ Menina Linda “, “Não te esquecerei” e “Feche os Olhos”. Em entrevista à GloboNews em 2012, Renato contou como surgiram os sucessos inspirados nos Beatles. Segundo ele, o produtor musical Carlos Imperial pedia para que eles aprendessem a tocar as músicas da banda inglesa de um dia para o outro. “A gente não sabia falar inglês e não conseguia decorar as letras, o jeito era inventar em português.. Foi assim que começamos a fazer as versões das músicas dos Beatles”, conta. De acordo com o crítico Mauro Ferreira, o artista também também contribuiu como guitarrista para a criação de uma linguagem musical para o rock brasileiro, como destacado membro do “exército da juventude carioca”, que ajudou Roberto Carlos a mandar tudo para o inferno e fazer uma revolução pop no Brasil dos anos 1960.

Mais matérias desta edição