Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Cultura na TV

CORDEL DA GENTE

No GNT, Vitória Rodrigues comanda novo programa e conta história sobre nordestinos que marcaram o país

Por Maylson Honorato | Edição do dia 01/04/2022

Matéria atualizada em 01/04/2022 às 14h58

 

Foto: Divulgação
 


O Nordeste e suas histórias são os  protagonistas do programa “Cordel da Gente”, nova aposta do canal GNT, com estreia marcada para dia 1º de abril, às 13h15. Quem apresenta a atração é a alagoana Vitória Rodrigues, que após brilhar nas redes sociais com seus cordéis e canções, volta às telinhas comandando um programa com a sua cara.

“Esse programa junta tudo que eu posso oferecer de mim. Tudo aquilo que eu posso mostrar do que acredito e posso fazer no mundo. É uma honra e um privilégio. O resultado está lindo e eu tenho certeza que as pessoas vão embarcar nessa contação de histórias desse Nordeste potente e de pessoas muito guerreiras”, afirma Vitória.

Para ela, o programa é a cara do Brasil e de toda sua pluralidade. Ela adianta que a novidade trará à tona a vida, o legado e os trabalhos de personalidades nordestinas que marcaram a sociedade. 

“Em cada episódio falaremos sobre três potências nordestinas das mais diversas áreas, como músicos, cordelistas, cantores, militantes, cientistas, advogados, entre outros. O programa traz o protagonismo de figuras importantíssimas na história não só do Nordeste, mas do nosso país. Muitas dessas não são lembradas e aclamadas como deveriam ser, como a médica alagoana Nise da Silveira e o advogado baiano Luiz Gama”, ressalta a apresentadora.

Segundo a multiartista, o programa relembrará e eternizará pessoas que fizeram a diferença. “Contarei a trajetória de pessoas que deram e dão a volta por cima e trazem a sensibilidade de suas artes e seus trabalhos, e que transformaram muitas vidas. Elas precisam ser lembradas. E que bom que será através da literatura de cordel e da arte popular na TV das pessoas. A gente não vê muito isso hoje em dia, a arte invadindo a casa das pessoas da melhor maneira possível”, pontua ela, que criou diversos cordéis baseados na vida dos personagens a serem homenageados.


GRAVADO EM MACEIÓ

Um dos episódios foi gravado no Teatro Deodoro, em Maceió, local que tem um papel importante na vida de Vitória. “Desde criança eu sempre quis me apresentar e estar nele, mas nunca pude enquanto artista, por diversas razões. E, agora, a primeira vez que pisei no palco do Teatro Deodoro foi para fazer alguma coisa com a minha arte, através de um programa que é meu, o primeiro da minha vida. Isso foi muito significativo, já que é o palco que sempre sonhei pisar, fazendo o que sempre sonhei fazer. Esse episódio, inclusive, é sobre o teatro; e eu sou uma pessoa do teatro. Fiquei muito feliz e emocionada. Juntou o teatro que eu amo com a televisão, o que foi muito mágico para mim. Esse programa é a realização de vários sonhos”, revela.

Apresentadora, atriz, cantora, compositora, instrumentista, poetisa. Vitória nasceu em Igaci, no interior de Alagoas, e sempre quis mostrar sua arte para o mundo, mesmo enfrentando dificuldades. Após comandar o sucesso ‘De repente verão’, quadro no programa Saia Justa, também no GNT, ela diz se sentir pronta para encarar o novo desafio. 

“A minha expectativa é a maior de todas. Estou muito ansiosa para assistir. Nós gravamos em Maceió, em novembro do ano passado, bem perto do meu aniversário. Foi muito significativo para mim porque eu já havia gravado o ‘De repente verão’, daí veio esse convite deste programa que estará na grade do canal este ano. ‘Cordel da Gente’ vem trazendo a minha fala através da poesia e é muito importante, porque traz uma visibilidade muito bacana num grande canal. Além da satisfação que é ter meu próprio programa”, destaca.

Vitória Rodrigues espera que, a partir deste próximo projeto, novas oportunidades surjam. 

“Foi o maior desafio da minha vida. Estou muito orgulhosa em poder contar um pouco da história dessas pessoas, nesse meu lugar de fala enquanto nordestina, enquanto alagoana. É muito emocionante para mim esse momento. Histórias escritas e contadas pela minha visão. Espero que esse programa possa chegar na casa das pessoas, e que elas possam assistir, conhecer e viajar junto comigo”, salienta. 

E prossegue dizendo: “Não só escrevi os cordéis, mas tem alguns episódios os quais eu também compus canções para os temas. Foi uma dedicação não somente da atriz, escritora, apresentadora, mas da Vitória que também é compositora. Coloco toda a minha fé e o meu carinho, porque depositei todo o meu amor nesse trabalho. Espero que muitas coisas boas aconteçam através dele”, diz.  “A equipe que trabalhou comigo é de uma produtora de Salvador que, por sua vez, trouxe junto uma produção local maravilhosa de Alagoas, ou seja, ‘Cordel da Gente’ é majoritariamente a representação do Nordeste”, concluiu.

Mais matérias desta edição