Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Cidades

ESTADO TEM 2º MAIOR PERCENTUAL DE LEITOS DE UTI OCUPADOS DO NE

Apesar da oscilação, há dias em que a taxa tem ficado acima de 80%, o que é motivo de preocupação para autoridades de saúde

Por regina carvalho | Edição do dia 30/06/2020

Matéria atualizada em 29/06/2020 às 23h05

| Ascom Sesau

Com pouco mais de 1,2 mil leitos para pacientes com o novo coronavírus e, desse total, 252 vagas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), a taxa de ocupação segue preocupante em Alagoas, estado que aparece entre os mais sobrecarregados no país e chegou a sétima colocação no fim de semana, segundo levantamento do G1. Apesar da oscilação, há dias que o percentual tem ultrapassado 80%. De acordo com dados do G1, em relação à ocupação das UTIs na região Nordeste, Alagoas só perde para o Rio Grande do Norte, que vive uma situação de saturação da rede hospitalar. Em relação aos demais estados, fica atrás também do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais e Roraima. Na manhã de ontem (29), o percentual de ocupação das UTIs em Alagoas ultrapassou novamente 80% e de mais do 90% na capital. Sobre essas taxas, em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) reiterou a importância de as pessoas seguirem o decreto do governo estadual que trata do isolamento social. “O isolamento é importante, pois contribui diretamente para que as pessoas evitem aglomerações e baixe o contágio da Covid-19. A Sesau reforça, ainda, que o cumprimento do isolamento social tende a refletir na ocupação dos leitos exclusivos para tratamento de pessoas com a Covid-19”, informa a nota da Sesau.

No Hospital da Mulher, unidade referência no atendimento de pacientes com Covid, 98% e 100% dos leitos, respectivamente da UTI Adulto e Pediátrica estavam ocupados ontem pela manhã.

Para aumentar o número de leitos, em cerca de 130, destinados exclusivamente a pacientes com o novo coronavírus, o governo do Estado promete entregar o Hospital Regional do Norte, em Porto Calvo, no dia 6 de julho. Devido à pandemia, a abertura foi antecipada. Ontem, o Boletim Epidemiológico da Sesau confirmou mais 804 casos de Covid-19 em Alagoas. Oficialmente, o estado tem 35,1 mil notificações da doença, 25,5 mil pacientes recuperados e mais de 1 mil óbitos, sendo mais da metade deles em Maceió. “A Sesau se mantém vigilante e ouvindo os especialistas em saúde pública e segue acompanhando os avanços dos casos da doença que atualmente está com maior incidência no interior do Estado”, conclui nota da Sesau.

Mais matérias desta edição