Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Cidades

FAROL: OAB ACOMPANHARÁ ESTUDOS SOBRE RACHADURAS

A Comissão de Defesa do Meio Ambiente e Urbanística da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB-AL) vai acompanhar os estudos acerca das rachaduras que foram identificadas em residências no bairro do Farol, em Maceió. Na semana passada, equipe

Por Clariza Santos | Edição do dia 16/09/2020

Matéria atualizada em 15/09/2020 às 22h49

| tatianne lopes

A Comissão de Defesa do Meio Ambiente e Urbanística da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB-AL) vai acompanhar os estudos acerca das rachaduras que foram identificadas em residências no bairro do Farol, em Maceió. Na semana passada, equipes da Defesa Civil foram até o local para iniciar um processo de investigação para tentar detectar a origem das fissuras. De acordo com o presidente da Comissão, Ricardo Wanderley, assim como no caso do Pinheiro, a Ordem acompanhará a evolução dos estudos e disponibilizará informações sobre o andamento da situação através dos relatórios da Defesa Civil, disponibilizando ao cidadão e fazendo uma mediação e interpretação desses relatórios em uma linguagem facilitada. “Nosso objetivo é ser uma fonte confiável de informação para a população, defender o direito a habitação e propor soluções técnicas para problemas que eventualmente iremos encontrar no local. Ainda não se sabe se as questões que causaram as rachaduras no Farol são as mesmas dos bairros com instabilidade no solo, mas iremos articular com a população e os órgãos responsáveis durante os estudos”, pontuou o presidente. O presidente da OAB-AL, Nivaldo Barbosa Jr., afirmou que o caso será monitorado pela Comissão, focando no diálogo e mediação com o poder público e população. “Os impactos sofridos pelos bairros Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto foram e continuam sendo acompanhados pela Ordem em diversas frentes. Seguimos com o cronograma de iniciativas voltadas a estes bairros e agora, também, vamos monitorar o aparecimento de rachaduras no Farol”, disse o presidente da Seccional.

Mais matérias desta edição