Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Cidades

MP SOLICITA QUE PREFEITURAS FAÇAM PLANO DE VACINAÇÃO

Atalaia, Teotônio Vilela, Limoeiro de Anadia, Junqueiro e Cajueiro devem seguir Plano Nacional de Imunização

Por tatianne lopes | Edição do dia 22/01/2021

Matéria atualizada em 21/01/2021 às 21h41

O Ministério Público Estadual (MP), por meio de suas promotorias de Justiça, recomendou que as Prefeituras de Atalaia, Teotônio Vilela, Limoeiro de Anadia, Junqueiro e Cajueiro elaborem o Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19, com observância das diretrizes e determinações constantes dos Planos Estadual e Nacional. A portaria foi publicada na edição dessa quinta-feira (21), do Diário Eletrônico do Ministério Público Estadual. Os promotores alegam que o plano é imprescindível para que a imunização da população ocorra de forma ampla e segura. Conforme consta na portaria, os promotores afirmam que é de competência da gestão municipal a coordenação e a execução das ações de vacinação elencadas pelo Programa Nacional de Imunizações – PNI, incluindo a vacinação de rotina, as estratégias especiais (como campanhas e vacinações de bloqueio) e a notificação e investigação de eventos adversos e óbitos temporalmente associados à vacinação, além da gerência do estoque municipal de vacinas e outros insumos, incluindo o armazenamento e o transporte para seus locais de uso, de acordo com as normas vigentes. Segundo as promotorias, ainda é de responsabilidade das prefeituras o descarte e a destinação final de frascos, seringas e agulhas utilizados, conforme as normas técnicas vigentes e a gestão do sistema de informação do PNI, incluindo a coleta, o processamento, a consolidação e a avaliação da qualidade dos dados provenientes das unidades notificantes, bem como a transferência dos dados em conformidade com os prazos e fluxos estabelecidos nos âmbitos nacional e estadual e a retroalimentação das informações às unidades notificadoras. Na portaria, não consta, no entanto, o prazo para que os gestores adotem as medidas cabíveis sobre a vacinação.

Mais matérias desta edição