Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Cidades

CERCA DE 3,1 MIL CRIANÇAS já foram DIAGNOSTICADAS COM SÍNDROME GRIPAL

Em Maceió, 765 infectados tinham até 9 anos de idade; até agora 5 crianças morreram de Covid na capital

Por regina carvalho | Edição do dia 22/01/2021

Matéria atualizada em 21/01/2021 às 22h18

| Agência Alagoas

O boletim semanal da Secretaria Municipal de Saúde traz uma informação preocupante sobre o avanço de casos de Covid entre crianças: 765 infectados de até nove anos foram diagnosticados com síndrome gripal em Maceió. Em todo o estado, foram mais de 3,1 mil com até 10 anos de idade. Na quarta-feira (20), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) registrou a morte de uma vítima que não resistiu às complicações do Sars-Cov-2 que tinha apenas 10 anos. Era um menino que morava em Santana do Mundaú, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Em Maceió, cinco crianças de até nove anos morreram após confirmada a síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por Covid e, em Alagoas, foram casos relatados quatorze vítimas. Dos 10 aos 19 anos, onze não resistiram as complicações do novo coronavírus no estado.

Em relação à faixa etária com mais casos confirmados para a Covid-19 em Maceió, foram 11,2 mil entre pessoas de 30 a 39 anos e 9,2 mil registros da doença entre 40 a 49 anos e 8,4 mil infectados de residentes na capital que têm de 20 a 29 anos. Em Alagoas, 729 vítimas que não resistiram à Covid tinham até 59 anos, o que representa mais de 27% do total de mortes.

A situação de caos no Amazonas – que registra colapso de rede hospitalar devido à grande demanda de pacientes com Covid – chamou a atenção de médicos que alertaram que a nova variante encontrada no estado do Norte do país pode estar por trás de tantos casos de jovens infectados pelo coronavírus. Eles passaram a ser presença frequente nos atendimentos e também desenvolvem a forma grave da doença. O boletim epidemiológico da Sesau de quinta-feira (21) confirma que Alagoas tem, oficialmente, 112,8 mil casos confirmados do novo coronavírus; 2,7 mil pessoas em isolamento domiciliar e 107.088 pacientes recuperados da doença. Há 8.522 casos em investigação laboratorial e 2.656 óbitos por Covid-19.

Mais matérias desta edição