Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Cidades

FISCALIZAÇÃO DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA APREENDE MAIS DE MIL QUILOS DE CARNE FORA DA VALIDADE

Mais de mil quilos de carne bovina, suína, linguiça, mortadela, queijo, presunto e peixe, dentre outros produtos fora do prazo de validade e inapropriados para consumo, foram apreendidos pela Vigilância Sanitária de Maceió (Visa), em fiscalização realizad

Por Jobison Barros | Edição do dia 04/05/2021

Matéria atualizada em 03/05/2021 às 22h45

| Visa

Mais de mil quilos de carne bovina, suína, linguiça, mortadela, queijo, presunto e peixe, dentre outros produtos fora do prazo de validade e inapropriados para consumo, foram apreendidos pela Vigilância Sanitária de Maceió (Visa), em fiscalização realizada durante o fim de semana, no Mercado da Produção, no Jacintinho e no Village Campestre. Além dos itens alimentares, a Visa apreendeu, também, cerca de 400 quilos de material de limpeza e interditou uma panificação no Village Campestre, por inadequação às leis sanitárias. Para o diretor da Visa em Maceió, José Airton, desde o início da gestão JHC, o órgão tem exercido papel fiscalizador jamais visto em Maceió. Conforme Airton, as fiscalizações têm ocorrido com bastante frequência nos estabelecimentos comerciais da capital. “A orientação dada pelo prefeito é que sejamos parceiros dos empresários e comerciantes, mas que não abramos mão de proteger o consumidor e façamos valer as leis sanitárias”, explicou o diretor da Visa. José Airton considera que a subida no preço da carne, nos últimos meses, por exemplo, é um dos fatores que têm feito o produto ter pouca saída e passado do prazo de validade. “Mas também, infelizmente, ainda há muita má-fé de quem comercializa os produtos alimentares. Por isso, a Visa está atenta a tudo isso. A sociedade tenha certeza de que vamos protegê-la”, afirmou o diretor.

Mais matérias desta edição