Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Cidades

ACIDENTES DE TRÂNSITO JÁ VITIMARAM 71 ALAGOANOS EM 2021

Os dados referentes às ocorrências de trânsito no estado da Alagoas dão conta de um 2021 mais tranquilo em relação ao mesmo período no ano passado. Mesmo assim, segundo levantamento do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL), referente às

Por Lucas Rocha | Edição do dia 10/06/2021

Matéria atualizada em 09/06/2021 às 22h55

| Douglas Lopes/TV Gazeta

Os dados referentes às ocorrências de trânsito no estado da Alagoas dão conta de um 2021 mais tranquilo em relação ao mesmo período no ano passado. Mesmo assim, segundo levantamento do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL), referente às ocorrências de trânsito noticiadas pela imprensa do Estado, o ano vigente já conta com 71 mortos, além de 242 feridos, em mais de 250 acidentes. Seguindo esse levantamento, a AL 101 – Sul, no município de Marechal Deodoro, concentra o maior número de ocorrências, que, em sua maioria, são de colisões, 63,2% dos casos, seguidas de capotamentos, que representam 21,1% dos casos e choque com objeto fixo, 12,3%. Observando ainda os dados disponibilizados por cada órgão de trânsito em sua jurisdição, o cenário dos acidentes de trânsito, na capital e no interior, neste ano de continuidade da pandemia, pode ser melhor delineado. Segundo os dados registrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram 27 óbitos e 155 feridos nas BRs do Estado. O mês de março teve os números mais altos, condensando 59 acidentes e 125 pessoas envolvidas em acidentes nas rodovias federais. Já na capital, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) noticiou uma queda de 71% nos acidentes, em relação ao mesmo período do ano anterior. Em 2020 foram registrados 503 acidentes, no primeiro trimestre, em Maceió. Em 2021 esse número caiu para 144. Para a SMTT, a redução ocorreu em virtude de estratégias de fiscalização e a intensificação em ações educativas e de conscientização. As vias com ocorrências mais frequentes foram as avenidas Durval de Góes Monteiro, Fernandes Lima e Menino Marcelo, respectivamente.

MENOR IMPRUDÊNCIA

Observando ainda os registros do Batalhão de Polícia Rodoviária Federal (BPRv), o ano de 2020 foi marcado por uma alta nos casos de sinistros registrados. O ano teve a maior quantidade de sinistros de trânsito nos últimos cinco anos, 1008 casos, 11% a mais do que o ano de 2019 (que já havia registrado alta). Os sinistros contabilizados incluem abordagens, acidentes, autos de infração, remoção de veículos, prisões e recolhimentos da C.N.H do condutor.

Desses casos 210 ocorreram ainda no primeiro bimestre de 2020. Comparando com os dados disponíveis sobre o mesmo período, no ano atual, os condutores regrediram cerca de 19% nas imprudências de trânsito. Nos meses de janeiros e fevereiro apenas 169 sinistros foram registrados nas ações do BPRv.

Mais matérias desta edição