Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Consumo

“CDC É UMA REVOLUÇÃO PARA O CONSUMIDOR”

.

Por greyce bernardino | Edição do dia 12/09/2020

Matéria atualizada em 11/09/2020 às 19h11

"O CDC está completando 30 anos. Isso é uma revolução para o consumidor, que está mais atrelado aos seus direitos. Como é uma lei muito social, muito popular, ela teve uma aderência muito grande. Considerando que houve uma conscientização forte da cidadania sobre seus direitos, ela se tornou uma lei muito forte", finalizou Miranda. O comércio on-line explodiu durante a pandemia, com o CDC ficando mais exposto, ao garantir os direitos dos cidadãos. "Sem dúvidas, houve um grande aumento na modalidade de compras on-line. O consumidor deve sempre estar atento e escolher sites confiáveis, se a navegação no site é segura, se há disponibilidade de canais de atendimento. Sempre desconfiar de preços de produto muito baixos, além de pesquisar a reputação da empresa e se cumpre o prazo de entrega para evitar aborrecimentos futuros", propôs a diretora-presidente do Procon Maceió, Lilyan Valões.

PÚBLICO

Adultos jovens e idosos são quem mais procuram os serviços do Procon Maceió. Entretanto, conforme o órgão, a cada dia cresce o número de pessoas que buscam a efetivação de seus direitos, seja para uma simples orientação, como para protocolar uma reclamação.

Buscando o respeito à dignidade, saúde e segurança do cidadão, a proteção de seus interesses econômicos e a melhoria da sua qualidade de vida, o CDC trouxe vários benefícios, e um dos maiores é o equilíbrio nas relações de consumo. Hoje, o consumidor conhece os seus direitos e sabe que o CDC é sua ferramenta de defesa; ele pode acionar o Procon-AL para ser orientado e registrar sua reclamação. Desde 2010, um exemplar desse importante instrumento legal foi disponibilizado em todos os estabelecimentos comerciais para consulta. GB

Mais matérias desta edição