Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
AGÊNCIAS OU POSTOS

LEVANTAMENTO APONTA QUE BB VAI FECHAR AGÊNCIAS EM 10 MUNICÍPIOS

Em Janeiro, o banco anunciou o fechamento de 361 unidades físicas, sendo 112 agências e 7 escritórios

Por Clariza Santos | Edição do dia 08/04/2021

Matéria atualizada em 08/04/2021 às 02h12

Agências ou postos de atendimento terão atividades encerradas, diz AMA
Agências ou postos de atendimento terão atividades encerradas, diz AMA | © Ailton Cruz

Levantamento feito pela Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) aponta que pelo menos 10 municípios do Estado terão suas agências ou postos de atendimento do Banco do Brasil fechados nos próximos dias. O presidente da AMA, Hugo Wanderley, disse repudiar a ação que, segundo ele, vai prejudicar economicamente os municípios.

O prefeito pede que o Banco reverta a situação. Em Janeiro o Banco do Brasil anunciou o fechamento de 361 unidades físicas, sendo 112 agências, 7 escritórios e 242 postos de atendimento.

O objetivo do fechamento das unidades, segundo o banco, é trazer mais eficiência à rede de atendimento, propiciar recursos para abertura das unidades de atendimento especializado e melhorar a experiência do cliente. Segundo a AMA, os municípios que terão agências ou postos de atendimento com atividades encerradas serão: Anadia, Barra de São Miguel, Coité do Nóia, Dois Riachos, Estrela de Alagoas, Passo do Camaragibe, Pão de Açúcar, Paulo Jacinto, Porto Calvo, Porto de Real do Colégio e Maribondo. Já os municípios que terão agência transformada em postos de atendimento serão: Batalha, Campo Alegre, Marechal Deodoro, Olivença e Pilar. O presidente da AMA disse que vai entrar em contato com a bancada federal para solicitar apoio e reverter a situação.

“O fechamento das agências e postos é ruim para economia local e durante a pandemia estimula ainda mais a aglomeração e a circulação de pessoas entre os municípios, quando no momento o isolamento social é peça fundamental para evitar o contágio”, destacou o presidente Hugo Wanderley.

Agências ou postos de atendimento terão atividades encerradas, diz AMA
Agências ou postos de atendimento terão atividades encerradas, diz AMA - Foto: © Ailton Cruz
 

Segundo o prefeito de Dois Riachos, Ramon Camilo, um dos municípios que ficará sem serviço do Banco do Brasil, a ação vai prejudicar o comércio, afastando quem mais precisa do banco. Segundo o Banco do Brasil, a reorganização da rede de atendimento tem o objetivo de adequar ao novo perfil e comportamento dos clientes e abrange outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais. Os clientes dessas unidades serão informados por meio de SMS, aplicativo para celular, internet banking, terminais de autoatendimento, além de correspondências, e-mail marketing e cartazes nas agências.

A mudança de agência é automática. Os clientes não precisam fazer qualquer procedimento adicional e podem manter seus cartões e senhas para transações na nova agência, mesmo que haja alteração no número da conta. O Banco do Brasil anunciou que a reorganização da rede de atendimento no País, incluindo o fechamento de unidades, deve trazer uma economia líquida anual estimada com despesas administrativas de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

Mais matérias desta edição