Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Esportes

CRB: torcida pode adquirir produtos por delivery

Loja Regatas investiu na plataforma para atender aos torcedores, enquanto Loja Azulão suspendeu as atividades nesta quarentena

Por jean nascimento | Edição do dia 22/05/2020

Matéria atualizada em 21/05/2020 às 18h34

Nesta quarentena, Loja Regatas, do CRB, resolveu investir na plataforma de delivery para atender aos clientes
Nesta quarentena, Loja Regatas, do CRB, resolveu investir na plataforma de delivery para atender aos clientes | Ailton Cruz

Durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o decreto de Estado de Emergência do Governo de Alagoas da última quarta-feira (20) proíbe o funcionamento de  lojas ou estabelecimentos que pratiquem o comércio ou serviços de natureza privada, que não sejam considerados essenciais.

Na capital Maceió, CSA e CRB tomaram decisões distintas em relação a suas respectivas lojas de produtos oficiais dos clubes.

A Loja Regatas, do CRB, resolveu investir na plataforma de delivery, enquanto a Loja Azulão, que vende produtos do CSA, suspendeu as atividades.

De acordo com o responsável pelo estabelecimento regatiano, Lucas Ramires, a loja está funcionando somente por entregas. “Estamos apenas com o delivery, atendendo pelo telefone (82) 9.9915-1313 (whats). Os pedidos são entregues no mesmo dia, caso o cliente feche a compra entre 9 horas e 12 horas”, disse.

Quanto às formas de pagamento, segundo Ramires, poderão ser feitas por cartão de débito e crédito, podendo a compra ser parcelada em até três vezes sem juros no crédito. Lucas Ramires falou ainda sobre os produtos disponíveis para o torcedor regatiano na plataforma do delivery.

“Temos itens a partir de 10,00 até 199,90 – uma variedade de copos, canecas, cachecol, bandeira, boné, camisa masculina, feminina e infantil, porta cerveja e até a cerveja artesanal do CRB”, comentou.

“VAI PASSAR!”

De acordo com a gerente da loja azulina, Paula Beltrão, foram analisadas as condições de continuidade do funcionamento da loja e não seria uma boa opção neste momento de quarentena.

“Analisamos a modalidade de delivery e pegue e leve, mas não achamos viável. A saúde vem em primeiro lugar e, neste momento, devemos ficar em casa. Vai passar!”, exclamou Paula Beltrão.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Nesta quarentena, Loja Regatas, do CRB, resolveu investir na plataforma de delivery para atender aos clientes
Já o rival CSA resolveu suspender as atividades de sua loja oficial enquanto durar a pandemia da Covid-19

Mais matérias desta edição