Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Esportes

CSA: Baptista critica volta "acelerada" do Alagoano

Técnico azulino citou qualidade do elenco para a sequência entre a conclusão do Estadual e a estreia na Série B do Brasileiro

Por jean nascimento | Edição do dia 28/07/2020

Matéria atualizada em 29/07/2020 às 07h20

Técnico Eduardo Baptista criticou volta “acelerada” do Estadual e falou sobre maratona até a Série B
Técnico Eduardo Baptista criticou volta “acelerada” do Estadual e falou sobre maratona até a Série B | Ailton Cruz

Maratonar. Palavra tão comum na quarentena para filmes e séries, agora terá que ser utilizada pelo CSA nos próximos dias em campo. Isto porque o clube tem diversos compromissos nestas duas semanas. O Campeonato Alagoano retorna na próxima quarta-feira (29), contra o ASA, às 16h, no Estádio Coaracy da Mata, em Arapiraca e terá partidas ainda na sexta-feira (31), semifinais na segunda-feira (3) e a grande final na quarta (5).

E em coletiva realizada na tarde dessa segunda-feira (27), o técnico do Azulão, Eduardo Baptista, comentou a sequencia do Alagoano que será decidido em uma semana. “É um desafio. Demoramos quatro meses para voltar o Alagoano e vamos decidi-lo em uma semana. É bastante complicado, a gente tem que usar o elenco da melhor maneira possível, pois é impossível utilizar uma equipe na quarta e a mesma na sexta-feira, fisicamente é impossível até pelo tempo que estamos sem jogar, haja vista que a recuperação do jogo contra o ABC aconteceu apenas ontem. É um desafio para o departamento físico, da fisiologia, da nossa parte técnica em traçar uma estratégia para estar inteiro em todos os jogos e consiga um bom desempenho”, disse.

Com a paralisação do futebol devido à pandemia do novo coronavírus, CSA e CRB foram as únicas equipes do Estado a manterem seus planteis, tendo em vista a continuidade da temporada e o treinador azulino ressaltou que essa vantagem sobre os clubes do interior é apenas teórica.

“Sem dúvida. No papel leva vantagem por ter voltado antes e ter um calendário com a possibilidade de manter o elenco para as duas equipes, mas isso é apenas no papel. O futebol já nos deu muitas lições que não funciona bem assim. Se tiver algum favoritismo ele precisa ser colocado no campo, nos 90 minutos, aí sim, se você for melhor, mais competitivo e ganhar o jogo aí vai provar que era o favorito”, disse Eduardo.

Contratado para a temporada 2020, o atacante Michel Douglas retornou ao Azulão após dois anos e, assim como na primeira passagem, ele provou que o “faro artilheiro” está em dia. Em sua reestreia contra o Frei Paulistano e no retorno do futebol nordestino contra o ABC, o jogador marcou dois gols. Michel comentou sua volta ao clube alagoano com o pé direito.

“Maravilhoso, né? Claro que a gente trabalha pra isso, mas a gente nunca espera que numa reestreia pelo nosso Azulão fazer esses dois gols e fico muito feliz. Agradeço a nossa equipe, o elenco me acolheu muito bem e me deixou à vontade. Então, é muito bom voltar a vestir a camisa do CSA e marcar gols”, afirmou.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias desta edição