Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Esportes

Hamilton pode ser investigado pela FIA

Piloto pode alvo de investigação pelo protesto pela morte da socorrista americana Breonna Taylor

Por GLOBOESPORTE.COM | Edição do dia 15/09/2020

Matéria atualizada em 14/09/2020 às 19h30

Lewis Hamilton usou camiseta com a frase “Prendam os policiais que mataram Breonna Taylor” em inglês
Lewis Hamilton usou camiseta com a frase “Prendam os policiais que mataram Breonna Taylor” em inglês | Bryn Lennon/Getty Images

Vencedor do GP da Toscana no domingo (13), Lewis Hamilton pode ser alvo de investigação da Federação do Automobilismo (FIA) pelo protesto pela morte da socorrista americana Breonna Taylor. A entidade confirmou ao canal BBC que vai discutir se a camiseta utilizada pelo hexacampeão com os dizeres "Prendam os policiais que mataram Breonna Taylor" se configura como uma mensagem política, o que é proibido.

“A questão está sobre ativa consideração. (A mensagem política) é a consideração a qual estamos fazendo”, disse um representante da FIA ao veículo britânico.

No domingo, Hamilton trocou sua usual camiseta com a inscrição "Vidas negras importam" ("Black Lives Matter") pela peça que cobrava justiça por Breonna Taylor, uma jovem negra que foi baleada oito vezes e morta em 13 de março, quando policiais invadiram seu apartamento em Louisville, no estado do Kentucky. Breonna tinha 26 anos e trabalhava com emergências médicas na Universidade de Saúde de Louisville Health.

Alegando estarem uma incursão contra o tráfico de drogas na localidade, os policiais disseram que efetuaram os disparos após o namorado de Taylor ter atirado primeiro. A família da americana moveu processos que levaram o caso ao FBI. Dos três policiais envolvidos no caso, dois foram retirados das ruas e um deles chegou a ser demitido, porém, ninguém foi preso.

Mais matérias desta edição