Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Esportes

Em sua 2ª segunda passagem no CRB, Alisson Farias decepciona

Quando o atacante foi anunciado no mês de maio encheu a torcida regatiana de esperanças

Por Guilherme Magalhães e Rafael Reis | Edição do dia 18/09/2021

Matéria atualizada em 17/09/2021 às 17h30

Em sua segunda passagem pelo Ninho do Galo, Alisson Farias só marcou na vitória sobre o Confiança, na 3ª rodada
Em sua segunda passagem pelo Ninho do Galo, Alisson Farias só marcou na vitória sobre o Confiança, na 3ª rodada | Ailton Cruz

Quando o atacante Alisson Farias foi anunciado no mês de maio encheu a torcida regatiana de esperanças sobre mais um bom reforço. Entretanto, o que vem sendo mostrado em campo não chega nem perto das atuações que o atleta teve em sua primeira passagem, em 2019. Além de não estar fazendo gols, o jogador amarga o banco de reservas após o bom momento do atacante Jajá.

Na sua primeira passagem, o jogador atuou em 34 partidas, durante toda a campanha da Série B naquele ano. Foram cinco gols marcados, cinco assistências e a graça da torcida, que queria muito sua permanência. Mas, apesar do apreço do torcedor, o atleta teve que retornar ao Vitória, time que tem os seus direitos econômicos.

No Vitória, entre 2020 e 2021, teve números parecidos, mas, desde o seu retorno para o Regatas, a coisa tem sido diferente. Durante esses quatro meses, o jogador esteve presente em apenas 13 partidas e marcou um gol. Desses 13 jogos, em nenhum ele foi utilizado os 90 minutos. Em seis desses jogos ele foi titular.

O jogo em que mais apareceu foi apenas na 3ª rodada da Série B. No Rei Pelé, o Galo enfrentou o Confiança e conseguiu uma importante vitória por 3 a 2, com Alisson marcando um dos gols da vitória. O atleta, de 25 anos, até entrou na última partida, contra o Vasco, no lugar de Jajá, porém, pouco ajudou e só ficou em campo por 22 minutos.

Inclusive, a baixa minutagem tem sido algo comum nas últimas partidas. Contra o Goiás foram 10 minutos em campo, já no duelo do returno com o Confiança, foram apenas seis minutos.

Lembrando que o jogador acabou passando por problemas físicos na parte final do primeiro turno da Série B. Ele saiu da partida contra o Náutico, na 8ª rodada, com uma lesão muscular na panturrilha esquerda e só retornou no empate, por 0 a 0, contra o Operário, na 19ª, já com Jajá indispensável no time titular.

Apesar de ter ganho a concorrência do jovem Emerson Negueba, que se destacou em uma partida contra o Sampaio Corrêa, o jogador tem ganho algumas chances com Allan Aal. Mesmo com poucos minutos, o técnico utilizou o atleta nas últimas seis partidas, dando a entender a importância do jogador para o plantel.

Alisson Farias atuou 90 minutos, pela última vez, no dia 5 de maio, ainda quando atuava com a camisa do Vitória-BA.

FALA, WESLEY

O volante Wesley, que esteve no empate de 1 a 1 contra o Vasco, na última quinta (16), falou sobre a preparação para o jogo contra o Brasil.

"Não temos muito tempo para descansar. Vamos já iniciar a preparação para a partida contra o Brasil de Pelotas, que será uma pedreira. Precisamos ter atenção e muito equilíbrio para sairmos com a vitória”, destacou.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias desta edição