Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN25112021

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 25/11/2021

Matéria atualizada em 24/11/2021 às 22h04

A apreensão de alimentos perecíveis impróprios para o consumo na cidade de Maceió tem preocupado as autoridades nas constantes fiscalizações que acontecem em laticínios, supermercados e frigoríficos.

A Vigilância Sanitária, que tem exercido um papel em defesa da população, recomenda que o consumidor esteja atento à qualidade dos produtos e, para ajudar no combate à infração, denuncie ao órgão qualquer anormalidade. 

As fiscalizações têm se estendido por todos os bairros de Maceió, e a apreensão de alimentos imprestáveis para o consumo tem surpreendido os técnicos da Vigilância Sanitária.

Pela contabilidade da Vigilância Sanitária, mais de 71 toneladas de alimentos foram apreendidas com cerca de 8 mil ações de fiscalização, que envolveram avícolas frigoríficos, panificações, bares, restaurantes e até mesmo farmácias.


ASSUSTANDO

Uma nova onda de pandemia que explodiu na Europa vem preocupando as autoridades sanitárias brasileiras, embora os números de mortes e infecções venha diminuindo consideravelmente nos últimos dois meses. A recomendação dos infectologistas, entretanto, é de não abrir a guarda das medidas de proteção, inclusive de distanciamento, lavar bem as mãos e usar máscaras.


GOLPE

Os consumidores devem ficar atentos às tentativas de golpes pelo telefone e pela internet nesta época do ano, o que tem aumentado nos últimos meses. Preços muito baixos, ofertas tentadoras em sites desconhecidos são os golpes mais frequentes, alertam as autoridades policiais.


TORMENTO

Mesmo com a ação da prefeitura de Maceió enviando carros-pipa para abastecer alguns bairros da parte alta da cidade, a população exige da BRK que os trabalhos sejam rápidos e devolvam a tranquilidade da região.


JUDICIÁRIO

Os Tribunais de Justiça deverão viabilizar atendimento prioritário, desburocratizado e humanizado às pessoas em situação de rua. O intuito da iniciativa é garantir o amplo acesso à Justiça e contribuir para a superação das barreiras socioeconômicas. A decisão está no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta quarta-feira (24) e tem como requerente o Presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Desembargador Klever Rêgo Loureiro.


JUSTIÇA

A Política Nacional Judicial a partir do projeto de Atenção a Pessoas em Situação de Rua, instituída pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), junto com a Corregedoria-Geral da Justiça de Alagoas (CGJAL), determinou a expedição de ofício para magistrados, servidores e setores da Justiça estadual, estabelecendo providências administrativas.


VACILO

A estudante Alice kethilly, de 17 anos, foi retirada da sala em que fazia o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no último domingo (21), na Escola Estadual Dr. Rodriguez de Melo, no bairro da Ponta Grossa, em Maceió. Segundo a adolescente, o alarme do celular dela tocou e ela foi desclassificada. A adolescente contou que já terminou o Ensino Médio e estava se preparando para o Enem havia dois anos. Ela sonha cursar Jornalismo ou Letras.


ENEM

Alagoas registrou 22,6% de faltosos no primeiro dia de prova do Enem, no domingo (21), segundo divulgou o Ministério da Educação. Esse é um dos menores índices de abstenção no País. Em Alagoas, mais de 69 mil candidatos realizaram a inscrição para o Exame, sendo que, do total, apenas 51.265 puderam realizar a prova, após o pagamento da inscrição. 50.059 alagoanos escolheram a versão impressa e 1.206 a versão digital.


» Termina hoje o prazo para que profissionais e empresas credenciadas no Banco de Peritos, Tradutores e Intérpretes e Administradores Judiciais façam um novo cadastro, de forma que continuem prestando serviços ao Judiciário Alagoano.

» A partir do dia 26, serão considerados apenas os Auxiliares da Justiça que estiverem com os dados atualizados na nova plataforma, desenvolvida pelos setores de tecnologia do Tribunal de Justiça e Secretaria-Geral da Corregedoria-Geral da Justiça. 

» Maceió aplicou 1.410.964 doses de vacinas contra a Covid-19. Apesar dos índices relevantes de vacinação, é alto o número de faltosos para a segunda – e agora para a 3º.


Mais matérias desta edição