Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
José Elias

Confira os destaques da política alagoana #JE22012021

.

Por JOSÉ ELIAS | Edição do dia 22/01/2021

Matéria atualizada em 21/01/2021 às 22h17

O mundo, passando pelo Brasil, chegando em Alagoas reconhece, ao vivo, a existência da medicina para a humanidade. Rapidamente a presença de uma doença desconhecida – cruel, fatal - chega aos laboratórios e a ciência faz milagre, exercitando o dever de casa. Abriu a guerra, partiu pra cima e agora, apesar dos poucos contrários, caminha para a vitória.

Enluta muitas famílias, provoca desilusões, causa medo terrível da morte e, nos gabinetes, somente promessas. Não se gastam montanhas de dinheiro com acontecimentos sem importância, então porque não investem naqueles que salvam vidas? Enquanto profissionais trabalharem por micharias, as doenças, como coronavírus, vão atacando por todos os lados do planeta. A lista de pessoas que contraíram o vírus no Estado produz muitas lágrimas, vontade de sumir e enxergar as belezas feias. Os efeitos do mal levaram, por exemplo, a competência e a humildade do médico Delio Almeida. E hospitalizaram o doutor Florisvaldo Pereira, referência nacional, que atende pobres e ricos com o mesmo carinho, dedicação e respeito.


ARTHUR QUER UNIR ALAGOAS

Arthur Lira já tem na cabeça primeira atitude em defesa de Alagoas se ganhar a eleição na Câmara. Como presidente, o deputado vai se esforçar para unificar as forças políticas do Estado em torno do seu crescimento social e econômico. Vai agendar reuniões com diferentes segmentos, colocando à mesa nomes como Marcelo Victor, Fernando Collor, Renan Calheiros, Antônio Albuquerque, Rui Palmeira, Renan Filho, Davi Davino Filho, Galba Neto e Isnaldo Bulhões.


FHC QUER SABER RUMO DE VILELA

Numa das circuladas em Brasília, no fim do ano, Teotônio Vilela encontrou Fernando Henrique Cardoso. “Vai ser governador novamente em Alagoas?”- perguntou o ex-presidente, satisfeito com a possibilidade. “Seria bom para o PSDB, seu Estado e para o Brasil!” - emendou FHC. “Por enquanto, aprecio as belezas naturais de lá e convido o senhor para passar uns dias tomando banho de mar!” - respondeu o ex-governador, sem alimentar o papo.


CHAPA DO PALÁCIO NAS ESPECULAÇÕES

Começa a se especular em gabinetes importantes da política de Alagoas a formação de grupos. Em setores empresariais, os comentários apontam para uma chapa da nova geração que pode ser apresentada pelo MDB. Juntaria Alexandre Ayres, secretário de Saúde, para governador, e deputado Isnaldo Bulhões como vice. A aposta do governador Renan Filho está colocada ao debate nas discussões internas do grupo que, por enquanto, enxergam de forma positiva.


ASSEMBLEIA PODE FECHAR ACORDÃO

Palácio estaria fechando um acordão com a Assembleia Legislativa para sucessão estadual. Uniria as forças dos deputados, que fazem a indicação, em torno da chapa que ficará presidindo as eleições de 2022. Deputado Marcelo Victor governador e médico Fábio Farias, secretário do Gabinete Civil, como vice. Os entendimentos rolam nos bastidores, envolvendo personalidades da cena do voto, interessados no resultado final.


TEMÓTEO DIZ TER SE APOSENTADO

Gervásio Raimundo acordou bem cedinho e, às sete da manhã, chegou ao apartamento de Temóteo Correia. “Tá com disposição de voltar à Assembleia Legislativa?” - quis saber, de máscara, desafiando o seu velho companheiro. Ainda com sono, esfregando os olhos, Temóteo deu uma tapa no peito, apontando para o pijama azul, com a vereadora Rita Correia, sua esposa, ao lado: “já me aposentei!”. Depois, bem-humorados, sentaram no sofá e recordaram o passado, lembrando as histórias do deputado Chicão.


RAFAEL TENÓRIO PODE SAIR DO CSA

Bem melhor dos efeitos do coronavírus, empresário Rafael Tenório se afastou de todas as atividades. Entregou o comando dos seus negócios à família e, no começo da noite de ontem, circularam especulações de que estaria pensando em sair da presidência do CSA, que tirou do fundo do poço e colocou na Série A do Campeonato Brasileiro. Raimundo Tavares, Marcelino Imóveis ou Sílvio Camelo na lista dos nomes como possíveis substitutos.

Mais matérias desta edição