Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Maré

Fazendo uma faxina na rotina

Entenda como é possível desconstruir hábitos prejudiciais e bater as metas traçadas para 2021

Por MAYLSON HONORATO | Edição do dia 09/01/2021

Matéria atualizada em 06/01/2021 às 22h24

Não é difícil encontrar, até mesmo entre os stories dos amigos no Instagram, metas e mais metas para o novo ano. Janeiro é isso: um compilado de resoluções e, em sua maioria, nenhum método - vai assim mesmo, na intuição. Mas, os especialistas são unânimes quando falam sobre construção de novos hábitos e que isso exige comprometimento e paciência. O comprometimento é um “hack” necessário para lidar com os dias ruins. Sim, é preciso estar comprometido com a dieta, por exemplo, para ter um protocolo de emergência nas festinhas, nos happy hours da vida ou, ainda, naqueles dias nublados em que tudo dá errado. A paciência é a arma para saber o que fazer quando tiver uma recaída ou para quando os resultados forem parcialmente contabilizados e não satisfatórios. Significa aceitar que você deve mover uma pedra de cada vez. De acordo com uma pesquisa da Universidade Duke, dos Estados Unidos, 40% da nossa rotina é constituída por ações não pensadas. Ou seja, muitas pessoas passam quase metade da vida sem refletir sobre o que fazem, apenas fazem e continuam fazendo, fazendo, fazendo. Apesar de nossas ações automáticas não serem de toda forma negativa, já que é por meio delas que temos espaço na mente para aprender coisas novas, uma das principais metas pessoais em 2021 poderia ser fazer uma faxina nos próprios hábitos, em busca de identificar e selecionar os que vão ajudar ou atrapalhar nessa busca por bater as metas. O jornalista estadunidense Charles Duhigg, autor do livro O poder do hábito, diz que a melhor maneira de mudar um hábito considerado prejudicial é substituí-lo por outro. Segundo ele, que baseou a afirmação em pesquisas de diversos centros de referência científica dos EUA, Canadá e Reino Unido, não é possível simplesmente fazer um comportamento desaparecer. É preciso, antes, reforçar outro, para que esse segundo hábito ocupe cada vez mais o espaço que o primeiro ocupava. Uma pesquisa do MIT confirma a afirmação do célebre autor. Segundo o estudo, um hábito é construído em três etapas: na primeira, o cérebro recebe um estímulo, ou deixa, para entrar no “modo automático”; na segunda, o cérebro recorre à sensação de rotina, que pode ser física ou emocional, o que o faz assimilar a economia de energia como um tipo de recompensa. Isso faz com que o cérebro “decida” memorizar e automatizar práticas. Desse ciclo neurológico é que surge o hábito. Após explicar como um hábito é constituído, Charles Duhigg diz que uma regra de ouro para mudá-los é fazer mudanças pequenas, que ajudem o cérebro a notar algo familiar nesse processo. Basta se questionar: qual o gatilho de determinado hábito: Em que momento eu me sinto recompensado? E, em seguida, tentar simular esses estímulos introduzindo uma nova atividade. Parece difícil, mas a fórmula do hábito se aprende na prática. Listamos, a seguir, 4 sugestões de mudanças simples para substituir hábitos prejudiciais por novos e ficar mais próximo de alcançar as metas para o novo ano.

Organize as tarefas antes de dormir Parece algo simples demais, porém, dormir com o dia seguinte organizado auxilia comprovadamente na diminuição da ansiedade e, vamos falar sério, torna o dia muito mais prazeroso.

Mantenha atividades físicas realistas Isso quer dizer que se você não gosta de hiit ou de musculação, você pode substituir por uma outra atividade. Escolha uma que você goste - ou que odeie menos - para que se torne mais fácil introduzi-la na rotina e transformá-la em hábito.

Autocuidado Dias mais positivos precisam de uma rotina de autocuidado. Comece tomando um banho revigorante e colocando um perfume que você adore, mesmo se for ficar em casa. Esse é um primeiro passo para ter uma super rotina de autocuidado, com um skin care, por exemplo.

Faça por 21 dias Essa dica é quase universal. Vários estudos dizem que se torna mais fácil introduzir uma atividade como hábito depois de realizá-la por 21 dias. Faz o teste. Como um bônus, aproveite para verificar o andamento das suas metas com prazos definidos, isso vai te ajudar a monitorar seus avanços, contribuindo com a vontade de chegar ainda mais longe.

Mais matérias desta edição