Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Maré

UMA NOVA ROTINA EM CASA

Integração da casa ao home office e ao lazer incentiva mudanças em ambientes

Por MAYLSON HONORATO | Edição do dia 17/04/2021

Matéria atualizada em 14/04/2021 às 19h59

Com a pandemia durando mais do que o esperado e do que deveria, a rotina dentro de casa mudou definitivamente. Para muitas pessoas, o trabalho, as comemorações, a diversão, os exercícios físicos, tudo migrou para um só lugar: dentro do lar.

Com essa tendência de integração, pequenas reformas, mudanças na decoração, especialmente na decoração do quarto ou do espaço de trabalho, ganharam força nos últimos meses. A busca de quem já assumiu que a relação com a própria casa mudou depois da pandemia é por ambientes inteligentes, que respirem produtividade, bem estar, além de elegância e acolhimento.

Até mesmo pesquisas ligadas ao setor exibem o aumento na contratação de serviços de reforma e decoração durante esse momento de isolamento social. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm) divulgou, ainda no ano passado, que o consumo de produtos da categoria Móveis e Decoração deu um salto de 97%, quando relacionado com o período de pré-pandemia.

Problemas antigos, reparos adiados há anos, adaptações de espaços, compra de móveis ergonômicos, ao que parece, muitas pessoas estão avaliando novas soluções para suas casas.

De volta à casa dos pais, o jovem Victor Lopes, 25, percebeu que pelo menos o quarto merecia uma atenção especial neste momento. Afinal, na maior parte do tempo, é ali que o jovem interage com amigos pela internet, se diverte online, trabalha e relaxa.

“O meu quarto é o mesmo desde que eu tinha uns 17 anos e não tinha mais a minha cara. Eu coloquei uma prateleiras, pintei duas paredes, tudo com ideias que peguei na internet”, conta o alagoano.

Ele recorreu ao YouTube e ao Pinterest para ter ideias, se inspirar e conferir como outras pessoas estavam lidando com as próprias casas durante a pandemia.

“A ligação que eu tenho com a minha casa hoje é completamente diferente da que eu tinha há 1 ano. É muito doido isso. Nunca me liguei em fazer essas coisas, mas todos os dias acabo pensando em algo que eu queria mudar, adaptar. Eu estou mudando aos poucos”, afirma.

Além de o quarto ser o local de privacidade e descanso do jovem, se tornou ambiente de trabalho, o que motivou ainda mais as mudanças.

“No começo eu estava trabalhando em uma mesa improvisada, ao lado do guarda-roupa. Não tinha uma cadeira específica para trabalhar e a parede branca, o quarto todo branco, me dava muita angústia”, conta Victor.

“Eu chego a passar dez horas dentro do quarto, saindo apenas para comer. Então não tinha como continuar daquele jeito. Mudei as cores, coloquei uns lembretes de coisas que eu gosto em umas prateleiras, arrumei a mesa com a minha cara, detalhes que mudaram a rotina”, conclui.


ACERTANDO NAS CORES

Entre as tendências, impor cor aos ambientes parece empolgar quem decide mudar pelo menos a aparência de casa neste momento de distanciamento social. Destacar uma parede, móveis estratégicos, o que vale é tornar a casa mais aconchegante e apropriada para tantas funções ao mesmo tempo.

Separamos algumas dicas que ajudarão a decidir como aplicar cor aos espaços, móveis e objetos de decoração. Para guiar as dicas, escolhemos as duas cores do ano definidas pela Pantone, o amarelo Illuminating e o cinza Ultimate Gray. Depois de se inspirar é colocar a mão na massa.


Décor gourmet

A cozinha com lofts gourmet, cada vez mais presente nos mais modernos apartamentos, são alternativas interessantes para receberem as cores. Com várias opções de texturas e estampas, o amarelo é o ponto de luz que dá a alegria e descontração para o ambiente, que costuma reunir amigos e familiares para pequenas confraternizações.


Mais viva

A sala é um ambiente que conta com muitos itens diferentes, logo é necessário ter cuidado com a decoração para dialogar com o restante do espaço. Caso a sala seja toda branca ou cinza, a aplicação de algum item na cor amarela ou até mesmo uma parede sendo pintada com o tom, pode trazer mais vida para um convívio agradável entre os moradores, que nesse período permanecem mais isolados em suas casas.


Apostas nas paredes

Para quem é mais convencional e não deseja ousar muito na decoração do lar, a dica é apostar em papéis de parede na cor cinza, que podem ser facilmente harmonizados com outros itens da cozinha, por exemplo. Por serem compostos por um tom neutro, podem ser combinados com outras cores presentes no espaço.


No cantinho do pequeno

Para receber o morador mais esperado do casal, o quarto do bebê pode ser um espaço para ganhar essas cores. Afinal, leveza e aconchego são os principais ativos dos tons, que tornam o quarto um recanto agradável e próspero para o crescimento do pequeno.

Mais matérias desta edição