Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Maré

Dados prevendo o futuro

Nada de oráculo místico, cartas ou numerologia. Pinterest e Instagram usam dados de usuários para antecipar o que vai bombar em 2022

Por MAYLSON HONORATO EDITOR DA REVISTA MARÉ | Edição do dia 01/01/2022

Matéria atualizada em 29/12/2021 às 23h01


Nada de oráculos místicos. Nas redes sociais, prever o futuro é tarefa para algoritmos, que usam os dados que fornecemos no dia a dia online. Nesta primeira semana do ano, reunimos algumas tendências dos extensos relatórios do Pinterest e do Instagram, que divulgaram o que provavelmente vai bombar em 2022.

O Pinterest puxou a sardinha para o seu app, que conta com mais de 400 milhões de usuários, e a CMO Andréa Mallard afirma no relatório que as pessoas têm usado cada vez mais a rede para decidir o que fazer em seguida. Do outro lado está o Instagram, com 1 bilhão de usuários ativos mensalmente. A rede da gigante Meta fez diversas mudanças ao longo do ano passado e está cada vez mais próxima das novas gerações. E isso tem uma razão.

No alerta de tendências do Instagram, a rede afirma que o ano será dominado pela Gen Z, a geração de pessoas nascidas entre 1995 e 2015. Serão as preferências dessa faixa-etária que acabará norteando as tendências no novo ano. Isso inclui o que fará sucesso na rede e fora dela, como na moda, no consumo, na música e, claro, nos jogos.

Os relatórios convergem em diversos pontos, o que os credibiliza. Na moda e beleza, é unânime a aposta no retorno do visual gótico. No consumo, as pessoas buscam formas mais conscientes de comprar e irão se conectar com marcas que dialoguem com o que pensam. Isso quer dizer, que empresas abertas à diversidade e sustentabilidade vão se dar bem.

Há outras nuances em cada um desses tópicos e, na maioria deles, os relatórios convergem. Listamos apenas algumas das tendências que irão movimentar 2022, já que o Pinterest Predicts, por exemplo, traz mais de 150 tópicos (o relatório pode ser acessado gratuitamente na internet). O mais importante: será um ano de ousadia, festas e ações mais efusivas relacionadas ao bem-estar e à natureza.


RELÓGIOS E PLANTAS

Os relógios, enquanto acessórios e peças de decoração, voltam com tudo. Isso pode até ser um reflexo da percepção humana sobre o tempo, que foi posta em xeque nesses dois anos de pandemia.

Os relógios aparecerão gigantes nas paredes, o que já está acontecendo na França, além de aparecer também na produção de conteúdo.

Na decoração, a aposta é na mesclagem do rústico com o moderno nos ambientes, assim como o mix de plantas e adereços hightech em um mesmo local.


É ASSIM QUE EU GÓTICO

O gótico vem com tudo. Na moda, no design, nos conteúdos, em todo lugar. O estilo renasce com menos regras, mais humor e um público mais amplo. “Fazer um look preto da cabeça aos pés é fácil. O gótico, pra mim, é a expressão do nosso lado mais intenso. E ele pode ser vermelho, cinza, confortável, oversized ou até country. Eu uso o gótico pra me divertir, não pra assustar ninguém”, afirma a criadora de conteúdo Lauren Elyse.

Por outro lado, para exemplificar os extremos e contradições de 2022, as roupas supercoloridas também estarão em alta. A ideia é priorizar o conforto, principalmente no meio executivo.

Os tempos mudaram, e os cortes de cabelo também. Nada é como antes, por que os cabelos deveriam ser? Depois da pandemia, a geração Z vai querer mudar radicalmente o visual. Por isso, os cortes mais pedidos serão os mullets, os raspados coloridos, cabelos mais livres, naturais e armados.

O xadrez vai se multiplicar até todo mundo ficar um pouco quadriculado. Seja nas estampas das roupas, das unhas, dos tapetes ou até no piso da cozinha, esse padrão clássico vai ganhar novos usos com uma mãozinha dos millennials e dos boomers.


REVOLUÇÃO NAS RELAÇÕES

As relações mudaram, e a forma como falamos delas também. Prova disso é que, em 2022, pessoas de todas as idades estarão em busca de formas mais saudáveis de encarar os próprios problemas e as questões que surgem em qualquer relacionamento. Para afirmar isso, os relatórios consideraram especificidades em buscas sobre terapia de casal, dicas para casamentos saudáveis, perguntas incômodas para fazer ao parceiro e dinâmicas de amizades.

Isso também impactará no consumo. As pessoas irão preferir uma comunicação menos violenta, principalmente nos ramos de moda, beleza, turismo, finanças e fitness.


COMIDA COM GOSTINHO DE HISTÓRIA

Em vez de buscar receitas inovadoras, muita gente vai voltar à culinária tradicional em 2022. Mas não estamos falando do básico do dia a dia, e sim da comida que marcou a história de diferentes países e culturas. Ou seja: vai ser uma viagem sem sair da mesa.

Além disso, a hora do chá é o novo happy hour. Cada vez mais as pessoas estão aproveitando essa tradição da terra da rainha para conversar, tirar os quinze minutos no trabalho ou começar uma tradição dentro de casa.

Na confeitaria, bolos mais ousados fazem a cabeça da galera. A busca será pelos bolos que desafiam a gravidade e dão o parabéns em 3D.


ATÉ ANIVERSÁRIO DE BONECA

Em 2022, não vão faltar motivos para comemorar. É que pessoas de várias gerações estão mais atentas a datas e ocasiões que antes passavam batidas, como a adoção de uma criança, a saída dos filhos da casa dos pais e até um divórcio. E você, vai confirmar presença? A tendência aponta que até mesmo feriados serão mais celebrados, assim como datas pessoais. A ideia é reencontrar os amigos e aproveitar os momentos.


CASA GATIFICADA

Quem ama seus bichinhos não se contenta mais em comprar brinquedos e arranhadores. Em 2022, os pets mais fofos vão realizar o sonho da casa própria, com direito a quarto exclusivo e ideias para “gatificar” os ambientes.


CONTEÚDO ENXUTO

Vídeos e músicas experimentarão mais uma era de encurtamento. Músicas produzidas para as famosas dancinhas ou desafios de redes sociais farão ainda mais sucesso em um ano em que “curtir a vida” é o desejo da grande maioria dos usuários.

E por falar em curtir, o metaverso, popularizado por Mark Zuckerberg ao mudar o nome da empresa Facebook para Meta, será cada vez mais real - ou melhor, presente nas nossas vidas e relações.


MAS COM SIGNIFICADO

Desde o início da pandemia, pessoas de todas as idades deram mais atenção às compras online e começaram a selecionar mais onde comprar. Apesar do crescimento das grandes corporações, que não será significativamente afetado agora, a nova geração buscará novas lojas, como brechós online, compras dentro das mídias sociais e experiência de compra, on e offline.

Aqui, as empresas apontaram que a experiência será o diferencial. Isso inclui a maneira como as marcas se posicionam sobre questões sociais, como diversidade e meio ambiente.

Mais matérias desta edição