Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 4227
MERCADO ALAGOAS

Confira os destaques da economia alagoana #MA08112019

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 08/11/2019

Matéria atualizada em 07/11/2019 às 23h19

Feirão de Crédito

De 11 a 13 de novembro, o Sebrae em Alagoas irá realizar, no estacionamento do Maceió Shopping, das 9h às 21h, o Feirão de Crédito para atendimento e relacionamento empresarial. O evento é gratuito, reunirá bancos, cooperativas, fintechs (startups que elaboram soluções para otimizar serviços do setor financeiro) e agentes de desenvolvimento em um único espaço.


Programação

O Feirão contará com atendimento empresarial, acompanhado por consultores e funcionários do Sebrae, além de atendimento dos bancos e instituições financeiras. Também serão realizadas palestras sobre finanças, crédito, novas ideias e modelos de negócios, planejamento, marketing, atração e retenção de clientes, entre outros temas.


Feira da agricultura

A Federação dos Trabalhadores Rurais e Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Alagoas (Fetag/AL) promove, nesta sexta-feira, a sétima edição da Feira da Agricultura Familiar. O evento, que acontece na sede da federação, localizada no bairro de Jatiúca, conta com a participação de produtores de diversas regiões do Estado.


Programação

A exemplo das edições anteriores, 30 agricultores familiares participam da feira, que prossegue até o próximo sábado, dia 09, ofertando frutas, verduras e produtos artesanais produzidos pelos próprios pequenos produtores rurais, além da venda de animais e de comidas típicas da região.


FNE

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, afirmou, nessa quinta-feira, 7, em audiência pública na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), que o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) contribui para o desenvolvimento econômico e social da região e para a redução das desigualdades inter e intrarregionais. O BNB administra o FNE.


Destino

Segundo o presidente do BNB, os recursos do fundo destinam-se prioritariamente a atividades produtivas de pequenos e miniprodutores rurais e pequenas e microempresas. Ele ressalta que, com apenas 8% das agências, o Banco do Nordeste é líder em financiamentos na sua área de atuação, sendo responsável por 69,9% de todos os financiamentos e por 54,8% dos financiamentos rurais da região.


Resultados

Até outubro deste ano, o Banco do Nordeste financiou R$ 21,5 bilhões com recursos do FNE. Somados às demais fontes, notadamente os recursos voltados para o microcrédito, os números de aplicações do BNB em 2019 chegam a R$ 31,6 bilhões, investidos em 4,2 milhões de operações. Somente para as micro e pequenas empresas da região, o BNB destinou, neste exercício, aproximadamente R$ 3 bilhões, distribuídos em 36 mil contratações.


Amigo

O programa de microcrédito urbano do BNB, o Crediamigo, é um dos três maiores programas de microcrédito do mundo e já contratou, este ano, R$ 8,3 bilhões. O Crediamigo tem como base a Política Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO), que atende empreendedores formais e informais, podendo oferecer empréstimos de até R$ 21 mil. O BNB responde por 65% de todo o microcrédito produtivo orientado do país.


Por APP

Desde a quarta-feira (06), clientes da Equatorial Energia Alagoas contam com uma nova plataforma de atendimento com uso da inteligência artificial, a assistente virtual Clara. A ferramenta permitirá que os alagoanos registrem ocorrências de falta de energia por meio do aplicativo de mensagens Whatsapp. Para ter acesso, é necessário salvar o telefone (82) 2126-9200 no celular.


Por texto

Para o cliente comunicar uma ocorrência, basta enviar uma mensagem de texto para a Clara. É preciso informar CPF, CNPJ ou o código da unidade consumidora para que seja dado encaminhamento ao atendimento. Inicialmente, está disponível via Whatsapp apenas o registro de falta de energia, mas com o aperfeiçoamento e aprendizado da ferramenta, ao longo dos próximos meses, serão ofertados outros serviços, como segunda via de conta, religação, consulta de débitos e código de barras para pagamento.

Mais matérias desta edição