Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA21012021

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 21/01/2021

Matéria atualizada em 20/01/2021 às 21h37

Janelas

O Valor Econômico publicou uma matéria sobre o crescimento da exportação do etanol brasileiro. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), compilados pelo Ministério da Agricultura, nos últimos cinco anos os EUA representaram entre 50% a 60% do volume de etanol que o Brasil vendeu ao mercado externo. No ano passado, porém, essa fatia caiu para 36%.


Etanol

Coreia do Sul, Paquistão, Países Baixos e outros recantos da Europa foram destinos que aumentaram a importação do produto brasileiro. O número de destinos também cresceu. No ano passado, 37 países importaram mais de 1 milhão de litros de etanol brasileiro, quase o dobro dos 19 países de 2019.


Oportunidade

Em seu perfil no Twitter, o secretário da Fazenda, George Santoro, comentou que Alagoas tem oportunidade de crescer na exportação do etanol. “O câmbio tem favorecido nosso agronegócio. Muito bom abrir novos mercados para o álcool. Alagoas tem custo logístico incomparável. Ótima oportunidade”, registrou.


PAA

Mais de 31 mil agricultores familiares do país receberam apoio para a comercialização de 77,4 mil toneladas de alimentos. Para isso, foram investidos pela Conab R$ 223,2 milhões em 1.766 projetos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O recurso gerou uma renda média de R$ 7 mil por agricultor familiar beneficiado, contribuindo para a economia de 868 municípios brasileiros.


RB

Destaque em produção e altos índices de produtividade, atualmente, as variedades República Brasileira (RB) estão sendo cultivadas em mais de 65% da área com cana no país, uma contribuição de cerca de 12,3% na matriz energética nacional.


Turismo

Mesmo em um ano marcado pela pandemia do novo coronavírus, o turismo em Alagoas seguiu em alta no mercado nacional e em expansão no internacional. O Estado atraiu novos investimentos com destaque para os bares “pé na areia”, como beach clubs e receptivos, que foram inaugurados em praias de Norte a Sul do litoral alagoano.


Orçamento

O Orçamento do Estado para 2021, sancionado pelo governador Renan Filho na terça-feira (19), estima uma receita líquida de aproximadamente R$ 11,7 bilhões para o exercício financeiro do ano. Do montante, quase R$ 3,5 bilhões serão destinados, exclusivamente, a investimentos em novos projetos no Estado, o equivalente a cerca de 30% do orçamento.


No topo

O valor de investimentos da Lei Orçamentária Anual (LOA) é o maior percentual entre todos os estados brasileiros, com o maior investimento per capita do país acima de R$ 1 mil por pessoa. De acordo com o secretário do Planejamento e Gestão e Patrimônio, iniciar o ano com um caixa bem estruturado “só foi possível graças ao intenso trabalho fiscal e ao equilíbrio das contas públicas nos últimos anos.”


Projeto

“Mesmo com a crise, 2021 será um período onde ainda mais projetos poderão sair do papel para beneficiar a população. Cerca de 30% do nosso orçamento será direcionado a investimentos, algo que não se vê em outros estados e que é fruto de um trabalho sério e de um esforço de toda a equipe técnica”, afirma Fabrício Marques.


Ampliando

O Sebrae Alagoas avalia com a Sedetur-AL a possibilidade de ampliação, já a partir do próximo mês, do programa Alagoas Maior – sucessor do programa de Arranjos Produtivos Locais. O objetivo é aumentar o número de pessoas atendidas com a inclusão de novas atividades, que serão beneficiadas com serviços de consultoria.


Entrelaços

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), através do Programa Alagoas Feita à Mão, lança a Exposição Entrelaços, em parceria com o Parque Shopping Maceió. Iniciada nessa quarta-feira (20), no Piso L1, próximo a loja Galeria Alagoas Feita à Mão, a exposição permanece no hall do shopping até o dia 20 de fevereiro.

Mais matérias desta edição