Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA01052021

.

Por Jorge Carlos | Edição do dia 01/05/2021

Matéria atualizada em 30/04/2021 às 20h55

Dia de quê?

Foi-se o tempo em que o primeiro de maio era primeiro de maio. Agora é um feriado qualquer, com direito até para funcionamento de alguns segmentos do comércio e serviços. A data deveria ser de mobilização e comemoração para trabalhadores. Hoje será apenas um dia descanso para a maioria, mas terá muito trabalho para colaboradores em vários setores.


Abre

O Dia Mundial do Trabalho, neste sábado, marca a reabertura do comércio em Alagoas nos fins de semana. De acordo com a Aliança Comercial, no sábado, as lojas âncoras Torra, C&A, Riachuelo, Emanuelle e Americanas abrem das 8h às 14h no centro de Maceió. No domingo, conforme permitido pelo novo decreto estadual, o comércio da capital alagoana funciona em horário especial, das 9h às 14h, com a promessa de promoções para o Dia das Mães.


Tem mais

Shopping Pátio Maceió, Maceió Shopping e Parque Shopping também abrem para o público neste sábado, todos os três das 11h às 20h. A programação do Maceió Shopping também prevê a abertura das lojas da praça de alimentação, para consumo no local, até às 16h. Após esse horário, o funcionamento se dá por pegue e leve.


ATR

Após uma sequência de crescimento em Alagoas, o ATR registrou uma variação negativa em abril de 0,99%. O preço líquido fechou o mês a R$ 1,1274. Entre os produtos que fazem parte do mix da cana, apenas o etanol teve redução de preço em comparação a março.


Açúcar

De acordo com o Consecana-AL/SE, o saco do açúcar cristal passou de R$ 107,06 em março para R$ 108,97 em abril. O saco do VHP comercializado com o mercado mundial subiu de R$ 93,23 para R$ 95,86. Já o VHP, exportado para o mercado americano, passou de R$ 194,58 em março para R$ 199,67 em abril.


Etanol

Os dois tipos de etanol tiveram preços menores que os praticados em março. O metro cúbico do anidro passou de R$ 3.152,52 para R$ 2.868,70. Já o hidratado recuou de R$ 3.217,84 em março para R$ 3.032,98 em abril.


Cana

Com o novo ATV, o valor líquido da cana padrão em Alagoas, que corresponde a 114,09 kg de ATR/tonelada cana, em abril, foi de R$ 128,6251 com acumulado de R$ 116,2007.


Estadual

Ex-ministro dos Transportes, com passagem pela Câmara de Vereadores de Maceió e Câmara dos Deputados, o secretário de Infraestrutura de Alagoas, Maurício Quintella, tem planos para disputar um novo mandato em 2022. Vai tentar, pela primeira vez, uma cadeira na Assembleia Legislativa de Alagoas.


Em casa

Quintella quer aproveitar mais a família, ficar mais próximo dos netos - o que seria mais difícil em Brasília. “Fiquei longe por tempo demais de Alagoas. Quero ficar mais perto, ao lado da família e dos amigos, aqui em Maceió. Por isso decidi que vou disputar vaga de deputado estadual e não mais de deputado federal”, pondera.


Balanço

Por meio de diversos projetos e instituições, a Emater Alagoas contribuiu para o aporte de aproximadamente R$ 132 milhões na economia alagoana em 2020, o primeiro ano da pandemia do novo coronavírus. Ao todo, foram 35 mil agricultores familiares assistidos diretamente por meio de 175 mil atendimentos profissionais realizados pelos técnicos do Instituto.


Assistência

Indiretamente, a Emater presta atendimento a agricultores nos 102 municípios do Estado, por meio de seus programas, projetos e políticas, como o acesso a crédito da esfera rural. Para ter acesso às políticas públicas voltadas ao agricultor familiar, o produtor precisa da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). E, só em 2020, a Emater emitiu 16.706 DAPs.


Boa notícia

O boletim extraordinário do Observatório Covid-19, divulgado na quarta (28) pela Fiocruz, aponta queda no número de casos e de óbitos e redução das taxas de ocupação de leitos de UTI covid-19 para adultos. Segundo o boletim, o número de casos confirmados diminuiu à taxa de 1,5 % ao dia, enquanto o de óbitos pela doença caiu 1,8 % ao dia, “mostrando tendência de ligeira queda, mas ainda não de contenção da pandemia”. A análise é referente à Semana Epidemiológica 15, período entre 18 e 24 de abril.

Mais matérias desta edição