Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 5715
.

CONFIRA OS DESTAQUES DA ECONOMIA ALAGOANA #MA11042024

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 11/04/2024

Matéria atualizada em 11/04/2024 às 04h00

Mulheres

As mulheres são maioria na produção e na inclusão do Programa de Aquisição de Alimentos. Em 2023, dos 81 mil produtores familiares registrados no programa, 50.153 eram mulheres. O aumento foi observado em 23 unidades da Federação e no Distrito Federal. Os cinco estados com o maior número de mulheres fornecedoras foram Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Alagoas e Pará.

Indústria

Após estabilidade em março, os industriais estão menos confiantes em relação à economia em abril. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), medido pela CNI, caiu para 51,5 pontos em abril, queda de 1,3 ponto em relação aos 52,8 pontos registrados em março.

Quarto de milha

O vice-presidente da ABQM, Celso Pontes de Miranda Filho, destacou as ações de fomento realizadas pela Instituição para proporcionar esperança, qualidade de vida e apoio através do cavalo quarto de milha. O dirigente representou a ABQM durante a solenidade de abertura do 8° Congresso Brasileiro de Equoterapia e Simpósio sobre o TEA promovido pela Ande-Brasil com apoio da ABQM, nessa quarta-feira,10.

Vanguarda

Versátil e habilidoso, o cavalo quarto de milha esteve na vanguarda da promoção da equoterapia, desde 2013, por meio do projeto EquoABQM. Atualmente a ABQM apoia 38 centros de equoterapia em todo o País, garantindo que a assistência e os benefícios terapêutico da equoterapia estejam disponíveis em todo o território nacional.

Compromisso

Aos conferencistas de todo Brasil, Celso Pontes reafirmou o comprometimento da ABQM. “Com o quarto de milha, a raça mais versátil do mundo, continuaremos expandindo a equoterapia. Agradecemos às famílias por permitirem que o cavalo transforme a vida, trazendo melhorias e saúde”, disse.

Inovação

O BNB terá R$ 500 milhões à disposição para financiar projetos de inovação de empresas instaladas em sua área de atuação. Podem pleitear crédito as empresas privadas com ou sem fins lucrativos que tenham faturamento anual até R$ 300 milhões. O financiamento contempla até 100% do projeto, limitado a R$ 15 milhões e tem prazo de pagamento de até 72 meses, incluindo até 24 meses de carência.

Energia

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu nesta quarta-feira (10) a apresentação de um novo programa energético ainda este ano, para reduzir de forma estrutural o preço das tarifas de energia, segundo apurou o g1.

Redução de tarifas

Lula se reuniu com representantes do setor elétrico, do Ministério de Minas e Energia e da Casa Civil. Na pauta: a redução das tarifas. Como resultado da reunião, o ministério ficou responsável por liderar um grupo de trabalho para elaborar uma proposta estrutural para o setor até o fim de 2024.

Sem reajuste

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta quarta-feira (10) que a equipe econômica está fazendo os cálculos para ver se há espaço para reajuste aos servidores nos próximos anos. Ele acrescentou que, em 2024, isso não será possível pois o “orçamento está fechado”.

Mais matérias desta edição