Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 5735
Opinião

ESTRATÉGIAS QUE AS EMPRESAS DEVEM ADOTAR PARA EVITAR PERDAS FINANCEIRA

.

Por Thiago Campaz - CEO e co-fundador do VExpenses | Edição do dia 08/12/2023

Matéria atualizada em 08/12/2023 às 04h00

Minimizar perdas é uma das principais metas para a sustentabilidade e prosperidade financeira de qualquer empresa. Visando atingir esse objetivo, diversas organizações adotam estratégias para mitigar riscos e fortalecer a saúde do negócio. Ao adotar práticas de gestão para evitar perdas, as empresas têm a capacidade de minimizar o desperdício, aprimorar a eficiência em suas operações e preservar seus recursos de maneira mais eficaz.

Gerenciar uma empresa envolve inúmeros desafios que são enfrentados diariamente pelos líderes e empreendedores. Isso porque as companhias possuem diferentes áreas de atuação e equilibrar todas as demandas, de forma que tudo ocorra normalmente sem erros e gargalos, não é uma tarefa fácil.

Principalmente quando se trata de questões relacionadas ao setor financeiro, que implicam em muitas demandas e detalhes que devem ser analisados de forma minuciosa, pois qualquer erro pode ser fatal para os negócios.

Por isso, os gestores que atuam na área de despesas e finanças devem ter um olhar cauteloso. Eles precisam identificar problemas, encontrar soluções para manter a saúde financeira e definir estratégias para evitar perdas de dinheiro, as quais podem acarretar o fechamento das empresas.

De acordo com o Serasa Experian, foram contabilizadas 346 solicitações de falência e 222 falências foram deliberadas entre janeiro e abril de 2023. O estudo aponta também que o número de pedidos de recuperação judicial aumentou de forma significativa este ano. Somente nos primeiros meses, foram contabilizados 382 requerimentos, frente a 275 registrados no mesmo período do ano anterior.

Portanto, diante desses números, podemos ver o quão importante é a área financeira de uma companhia e, mais do que isso, o quanto é primordial adotar técnicas para evitar fraudes e mitigar riscos financeiros. Aqui as soluções tecnológicas se tornam fundamentais.

Por meio delas, é possível organizar melhor as informações e os documentos importantes e armazená-los na nuvem. Isso garante mais segurança e a possibilidade de acesso de qualquer lugar, além de evitar perdas ou extravios de dados sigilosos.

Outra vantagem é a redução de custos, pois, com a ajuda da tecnologia, os gestores conseguem ter uma visão mais ampla do que está sendo gasto e identificar despesas que podem ser reduzidas ou até mesmo aumentar possíveis investimentos, de acordo com as reais necessidades de cada setor.

Além dos pontos citados acima, podemos destacar também a questão da segurança e proteção dos dados. Com a ajuda da tecnologia e de plataformas digitais, as informações financeiras são armazenadas em locais mais seguros, seguindo regulamentos internos rígidos. Outra vantagem significativa é a possibilidade de desenvolver um planejamento mais assertivo, baseado em dados reais, e não em “achismos”, além de concentrar em um único local todas as informações estratégicas da empresa, ação que servirá para entender todas as possibilidades de ações e tomadas de decisões que podem ser feitas para ajudar no crescimento saudável da companhia.

Por fim, o uso da tecnologia é a peça-chave para o sucesso de toda e qualquer empresa, independentemente do seu porte ou segmento. Ela tem proporcionado resultados muito satisfatórios, especialmente quando se trata da área financeira e gestão de despesas, gerando processos mais assertivos, com agilidade na entrega, maior transparência sobre todo o trabalho desempenhado e redução de riscos. Portanto, você gestor deve ficar de olho nas tendências e implementá-las o mais rápido possível para não perder espaço para os concorrentes.

Mais matérias desta edição