Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 5692
Em Maceió

FIM DE SEMANA É MARCADO PELA VIGÍLIA PASCAL E A MISSA DA PÁSCOA

Centenas de fiéis participaram da tradicional Procissão do Senhor Morto, realizada nessa sexta-feira

Por Greyce Bernardino | Edição do dia 30/03/2024

Matéria atualizada em 30/03/2024 às 04h00

AVigília Pascal, celebrada na noite deste sábado (30), e as missas da Ressurreição, realizadas durante o domingo (31), marcam o fim da programação de Semana Santa na Arquidiocese de Maceió.

Nessa sexta-feira, centenas de católicos participaram da Procissão do Senhor Morto, que percorreu as ruas do Centro de Maceió após sair da Catedral Metropolitana. O arcebispo de Maceió, Dom Antônio Muniz Fernandes, presidiu a cerimônia na Catedral.

A celebração do Senhor Morto é uma das mais tradicionais da Igreja Católica e relembra a crucificação de Jesus Cristo na Sexta-Feira da Paixão.

Dom Antônio Muniz destacou que Jesus Cristo veio à terra para salvar a humanidade e para a redenção dos pecados. Mais cedo, Dom Beto Breis, que é arcebispo coadjutor de Maceió, ressaltou o texto do evangelho de João, que diz que Cristo “nos amou até o fim”.

TESTEMUNHOS

A costureira Liege de Oliveira, de 82 anos, mora no Farol e conta que todo ano participa da procissão. “Tenho muita fé em Deus. E eu sei que Cristo viveu e vive. Eu confio e tenho fé. É por isso que eu venho todo ano. A fé que empurra. Eu venho todo ano por causa do amor. Para prazer em Cristo. Eu me sinto muito feliz”, declara.

Cleidiane Amorim, de 32 anos, mora no bairro da Ponta Grossa e conta que é católica desde criança. “Venho com a família pela gratidão que tenho pela paixão de Cristo”, conta.

Já o professor de química Luiz Armando, de 34 anos, diz que é grato por esta semana e a importância dela em sua vida. O jovem conta que sente prazer em se deslocar para a igreja durante essa data. A jovem Daianny Cristina, de 17 anos, veio de Marechal Deodoro e passou toda a celebração ajoelhada. Ela diz que o sacrifício é a distância de vir até Maceió, mas que isso condiz com seu amor por Jesus.

VIGÍLIA

Representando a espera da vitória de Jesus sobre a morte, a vigília deste sábado começa com a liturgia da luz, quando se acende o Círio pascal. A celebração ainda conta com a liturgia da Palavra, a liturgia batismal e a liturgia Eucarística. Adultos e crianças são batizados na cerimônia.

A Vigília vai acontecer a partir das 20h deste sábado na Catedral Metropolitana de Maceió. De acordo com a Arquidiocese, os fiéis não precisam levar velas, que tradicionalmente são acesas. Isso porque elas serão distribuídas no local.

Encerrando a programação, no domingo, a Missa da Ressurreição será celebrada em dois horários, às 9h e às 16h.

A programação completa nas paróquias da capital pode ser conferida no site oficial da Arquidiocese.

Mais matérias desta edição