Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 5715
Sósia

QUEM É O ARAPIRAQUENSE QUE FEZ LULA INTERROMPER DISCURSO EM SÃO JOSÉ DA TAPERA

Na quinta-feira, Daniel Vieira se encontrou com o Presidente pela primeira vez

Por Tatianne Brandão | Edição do dia 11/05/2024

Matéria atualizada em 11/05/2024 às 04h00

Na última quinta-feira (9), durante uma visita do Presidente Lula à cidade de São José da Tapera, no Sertão de Alagoas, um momento inusitado chamou a atenção de todos os presentes e também das redes sociais. Daniel Vieira da Silva, arapiraquense de 52 anos e sósia do presidente, teve a oportunidade única de encontrar-se com seu “homônimo político” durante o evento.

O Presidente esteve na cidade sertaneja para assinar a ordem de serviço para obras do trecho 5 do Canal do Sertão. Enquanto discursava, Lula foi alertado pela primeira-dama sobre a presença de um homem parecido na multidão. Com um sorriso, Janja apontou para o sósia, enquanto o Presidente, com bom humor, parou seu discurso e aproveitou para chamá-lo ao palco.

“Não sei se vocês estão vendo daqui de cima que tem um Lula lá embaixo. Vocês sabem que a rede social tem uma parte tão canalha, que tem lá um cidadão falando que o Lula morreu, de que eu não sou o Lula”, afirmou o Presidente.

Mas quem é Daniel Vieira da Silva?

Conhecido por sua semelhança com o ex-presidente, ele faz sucesso por onde passa e é reconhecido tanto em sua cidade natal, Arapiraca, quanto em outras regiões. Sobre o encontro com o presidente, ele descreveu como um momento único e uma realização em sua vida.

Atualmente pré-candidato a vereador pelo PT em Arapiraca, Daniel foi vendedor de colchão magnético, mas há dois anos viu a vida mudar depois que virou meme de uma página do Instagram. Segundo ele, a foto foi tirada na eleição de 2022, quando a brincadeira dizia que o Presidente Lula tinha ido votar na capital do Agreste.

“Essa foto viralizou, teve mais de 10 mil visualizações e isso me deu tanta visibilidade, que participei da campanha no Estado”, relembra.

Mas, conforme explicou o sósia, nem sempre ele se achou parecido com Lula. A virada de chave foi quando ele parou de pintar a barba. “Depois que deixei a barba branca, fiquei parecido de verdade. Mas além disso, acho meu olhos e sorriso parecido com o dele”.

Essa foi a primeira vez, de fato, que Daniel esteve perto do seu ídolo. Antes, em um aniversário do PT , ele chegou a ser chamado para subir ao palanque, mas ficou com medo de criar tumulto entre os presentes.

“Tem dois anos que faço o personagem, já representei ele, inclusive na posse, em Brasília, as pessoas tirando foto comigo. O que mais me chamou a atenção foi a emoção dos brasileiros. Eu não andava um metro sem tirar foto. Foi um marco para mim”.

Daniel, que se divide entre o trabalho da pré-candidatura e a interpretação do personagem de Lula, fala da sua admiração e respeito, expressando sua gratidão pelo momento e afirmando sua intenção de continuar acompanhando o ex-presidente em suas jornadas pelo País.

“Foi um momento ímpar na minha vida o que ocorreu em São José da Tapera. Por onde eu andava, o povo queria tirar foto, me apertar, fazer o que queriam fazer com o Lula. Estou aqui na minha cidade, feliz da vida. Foi uma realização ter dado um abraço e um cheiro no melhor presidente do mundo”, relata.

Com a repercussão do encontro, o sósia conta que vem recebendo muitas mensagens. “Foi o primeiro abraço, mas virão outros. Onde eu souber que ele está aqui no Nordeste ou em outra parte do Brasil, vou fazer de tudo para estar junto com ele. Eu sou tão fã ao ponto de me tornar semelhante a ele”.

Mais matérias desta edição