Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Rural

Registro de defensivos bate recorde

Atualmente, soma-se um total de 411 produtos de baixo impacto disponíveis para os produtores

Por MAPA | Edição do dia 16/01/2021

Matéria atualizada em 15/01/2021 às 00h09

O Ato n° 70 do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas da Secretaria de Defesa Agropecuária, publicado no dia 11 passado, no Diário Oficial da União, traz o registro de 56 produtos formulados, ou seja, defensivos agrícolas que estarão disponíveis para uso pelos agricultores. Os produtos registrados hoje foram concedidos ainda em 2020.

Entre os produtos registrados, 19 são produtos de baixo impacto. Desses, 15 são compostos por microrganismos como que são agentes microbiológicos de controle de pragas que atacam os cultivos brasileiros. Os outros quatro são produtos contendo pequenas vespas predadoras de pragas e um que utiliza o PDPH. Com a publicação, o total de 95 produtos de baixo impacto foram registrados em 2020. Esse é o maior número de registros de produtos desse perfil em um mesmo ano.

O coordenador-geral de Agrotóxicos e Afins do Mapa, Bruno Breitenbach, ressalta que os novos registros confirmam 2020 como o ano mais importante para o registro de biopesticidas, importantes ferramentas para tornar a agricultura brasileira ainda mais sustentável. “Nunca se registrou tantos produtos fitossanitários sustentáveis como nesse ano. Anteriormente, o ano de 2018, com 52 produtos registrados, era o maior já alcançado com esse perfil”, destaca o coordenador.


Produtos, biológicos, têm baixo impacto, são sustentáveis e podem ser usados na agricultura orgânica
Produtos, biológicos, têm baixo impacto, são sustentáveis e podem ser usados na agricultura orgânica - Foto: Divulgação
 

Atualmente, soma-se um total de 411 produtos de baixo impacto disponíveis para os produtores. Os produtos considerados de baixo impacto possuem ingredientes ativos biológicos, microbiológicos, semioquímios, bioquímicos, extratos vegetais e reguladores de crescimento, podendo ser autorizados em vários casos na agricultura orgânica.

Mais matérias desta edição