Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Rural

VITRINE (05 E 06/03/2022)

Ação fomenta práticas sustentáveis

Por Editoria do Gazeta Rural | Edição do dia 05/03/2022

Matéria atualizada em 04/03/2022 às 23h45

| Divulgação

A Casa da Agricultura de Baixo Carbono foi inaugurada, semana passada, com a presença de cooperativas da agricultura familiar de diferentes segmentos. O empreendimento, que é de inciativa do Fundo Nacional de Permanência na Terra (Funpet) em parceria com a Cooperativa Cheiro da Terra, vai sediar as atividades do projeto Caatinga Sustentável visando à prática do sequestro de carbono, termo utilizado para indicar a exclusão do gás carbônico (CO²) da atmosfera e transformação em oxigênio (O²).

A unidade será ponto de apoio para atividades de formação e atendimento a produtores que desejam iniciar as atividades de sequestro de carbono e uma gestão sustentável do solo. A proposta é incluir, inicialmente, cerca de 60 pequenos produtores da região. Segundo o presidente da Cooperativa Cheiro da Terra, Adriano Ferreira, as atividades de visitas às propriedades no Sertão terão início neste mês de março.

“O grande objetivo é descarbonizar as atividades da agricultura familiar, possibilitando que o pequeno e o médio produtor tornar isso um bom negócio através do acesso ao crédito de carbono, que tanto o mundo precisa. Será investido na região cerca de um milhão de reais para retomar investimentos em microcrédito e posteriormente promover a formação de jovens e o incentivo no processo regenerativo da água. Tudo isso tendo a Casa de Baixo Carbono como espaço para encontros e alojamento dos grupos técnicos”, explicou o líder da Cheiro da Terra.

Mais matérias desta edição